Reportagem da 24ª Concentração do Moto Clube de Viseu

Mais um ano de sucesso. Pena foi o tempo..

Viseu 2015 238

24ª Concentração do Moto Clube de Viseu

21 a 23 de Agosto – Parque do Fontelo, Viseu

 

Depois de no ano passado ter vivido esta festa e visto o sucesso da mesma, este ano o sucesso confirmou-se e só não foi melhor porque o tempo assustou alguns amigos que tencionavam deslocar-se até à bonita e antiga cidade de Viseu.

O Moto Clube de Viseu pode ter mudado de Direcção mas, não foi por isso que a Equipa que deu a cara mudou. Foi bom ter visto o empenho de todos – incluindo o lado feminino – para que tudo corresse pelo melhor neste fim de semana. O que é certo é que correu. Desde as bem feitas e abundantes refeições, passando pelo espaço sempre acolhedor do Fontelo com acampamento com sombra, estacionamento em alcatrão para as nossas “meninas”, um feira bem composta com ginja, tatuagens, roupa, pão cozido, deliciosas tripas e – imaginem – uma simpática menina a fazer massagens.

 

Este foi também mais um fim de semana em que revi alguns amigos da “velha guarda” que se juntaram a esta festa. Paralelamente à concentração, decorria a mais do que tradicional Feira de S. Mateus a algumas centenas de metros e os amigos presentes dividiram-se pelos dois locais. Houve, inclusivamente, na sexta feira um pequeno passeio de mota até à feira.

 

Quanto à animação, a noite de espectáculo de sexta trouxe os Black Dog com rock bem tocado e os Rock n’ Riders que se estão a tornar uma “máquina”. A Rita cada vez canta melhor e apesar da pequena estatura, está cada vez “maior”. Obviamente que os músicos seguem-lhe o passo e continuam a ser uma boa aposta para as concentrações. O strip Divine – mais uma vez – foi de encher o olho.

 

No sábado, a tarde mostrou-nos uma exibição pela AKKV onde o Mestre Carlos mostrou aquilo que os seus pupilos dominam em termos de artes marciais. Faltou apenas envolver os presentes como no ano passado. Seguiu-se uma aula de zumba com a Instrutora Fátima Guedes que juntou algumas pessoas em 40 minutos de “queima”. Nesta altura eram já algumas centenas de motas no estacionamento e muitos amigos presentes no local. Não se notava porque estavam distribuídos pelos vários bares e esplanadas no local. Só se notou que a casa estava cheia à noite.

Seguiu-se o divertido bike wash com 3 voluntários e respectivas motas. Não estava muito calor mas eles não reclamaram da água fria.

Era suposto haver alguns jogos mas as bandas tiveram que fazer testes de som e acabou por não se fazer. No seu lugar, houve um lanche que rapidamente desapareceu das mesas.

 

Depois do jantar, tivemos os divertidos Funil & Abelhinha. Foi a primeira vez que os vi ao vivo e, apesar de um inicio algo tímido (da banda) e algo recatado (do publico), a coisa até acabou por funcionar muito bem. São divertidos e puxam pela malta com temas divertidos e brincadeiras.

Houve um pequeno “aperitivo” de strip tease e seguiram-se os VHF. A banda que se autodenomina de Tributo aos UHF. Realmente se fecharmos os olhos, conseguimos sentir a “alma” dos UHF e o vocalista tem uma boa voz, mas, na minha humilde opinião – e apesar de terem estado muito bem – por vezes, ele tenta ser uma cópia algo exagerada do António Ribeiro… Gostei mas, a minha opinião é que – e com todo o respeito por todas as bandas de tributo – prefiro o original.

O final da noite trouxe-nos mais strip tease com a chancela Divine na altura em que estavam largas centenas de presentes no recinto. Infelizmente, a festa acabou algo cedo demais devido a estarmos dentro da cidade. Mesmo assim, boas opiniões que recolhi.

 

No domingo, perdi o passeio pela rota dos vinhos e visita a uma quinta com prova de vinhos mas, aproveitei para visitar o amigo Horácio na sua pastelaria em Pascoal e conhecer um pouco da cidade.

Depois do almoço, tivemos a entrega de prémios e lembranças aos cerca de 50 grupos representados e inclusivamente a motociclistas de outros países. No final, unanimemente concordou-se que esta festa foi mais uma vez uma grande festa.

Infelizmente, não temos números de inscrições mas arriscava um número perto das 300.

 

Parabéns à Organização que – ao que parece – está a conseguir aos poucos devolver o “estatuto” de grande festa a este Moto Clube que é um dos mais antigos de Portugal. Podem ser poucos a rodar mas… RODAM e visitam os amigos para serem visitados também. Este deve continuar a ser o espírito das nossas festas. Se não for assim, as nossas festas simplesmente terminam.

 

Os agradecimentos da Equipa do Motard FM ao Vítor pelo convite, ao Polónio (entre outros elementos da Organização), ao Pedro e restante equipa de som pelas condições prestadas e aos Amigos que connosco passaram este belo fim de semana que para mim terminou com uma molha monumental no regresso a casa…

Obrigado ainda ao Horácio e esposa (do Gang 232) pela simpatia e pelo belo espaço que nos mostraram.

 

Texto

Raul Gomes

Fotos

Silvana Grave (já regressada de férias)

 

As FOTOS podem ser vistas clicando AQUI.

 

1 Comment

  1. Carlos Costa

    25 Agosto, 2015 at 14:22

    Boa tarde;
    Bem hajam pela partilha das fotos.
    Efectivamente este ano ficou a faltar o envolvimeto do publico com os atletas, no entanto aqui fica já a promessa de que no próximo ano, e caso a organização assim deseje, essa envolvencia vai acontecer, quer através do Kickboxing, quer no Kenpo.
    O nosso bem haja à Motard Fm e ao Moto Clube de Viseu.
    Oss

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *