www.PecasdeCarros24.pt

2018-06-29 – Reportagem da 22ª Concentração do Motoclube Os Tesos do Ribatejo

Para veres todas as FOTOS, clica na imagem abaixo!

 

 

22ª Concentração do Motoclube Os Tesos do Ribatejo

29 e 30 de Junho, 1 de Julho – Riachos, Torres Novas

 

Confesso que já se vai tornando difícil escrever sobre esta Concentração, tantos são os anos em que tenho o previlégio de estar presente em animação e reportagem. Conhecendo e acompanhando esta Equipa, começa-se a ganhar uma relação de amizade que se tem cimentado ao longo dos anos. Alguns elementos já não fazem parte mas entretanto entraram novos sócios e com muita vontade de manter a Festa da “Tesalhada” como uma das grandes Concentrações Ribatejanas.

Foi isso que aconteceu neste fim de semana. Foi muito bom rever as novas e velhas caras conhecidas e participar nesta festa motociclista.

Ora o que não deixou que tivéssemos mais um fim de semana a 100%, basicamente, foram dois factores; o facto de neste fim de semana ter havido bastantes – e excelentes – concentrações/convívios por este Portugal fora e o factor “T” (de tempo). A chuva visitou quase o pais inteiro e aqui notou-se que na sexta feira desmotivou alguns amigos habituais de estarem presentes. Felizmente que no sábado à noite o recinto esteve bastante composto e mesmo assim as inscrições atingiram as duas centenas. Claro que se notaram ausências mas a festa esteve mesmo assim em altas.

O parque 25 de Abril já deu provas mais do que suficientes que é à medida para a Festa dos Tesos. Espaço para os concertos, o pavilhão ao lado onde são feitas e servidas as – saborosas – refeições, condições sanitárias onde não faltam os duches e várias casas de banho e um espaço de acampamento com sombras e o sossego possível.

A somar a isto, um espaço para a pequena feira com sombras e relvado. Sombras que também não faltaram numa parte do recinto onde se aproveitou para lanchar e ver o jogo de futebol. Não esteve calor mas aquilo deu conta do recado quando o sol abria.

Infelizmente, não nos protegeu da chuva de sexta feira à noite.

Um dos pontos altos desta festa continua a ser as refeições. Tivemos desde a sopa da pedra, sardinhas, grelhadas mistas, frango assado no forno, empadão de carne e… a fataça (tainha) grelhada com um molho que fazia crescer pelos no peito! É sempre excelente poder contar com uma Equipa destas na cozinha ano após ano!

Quanto à festa em si, na sexta feira e como já é tradição, o Rancho Folclórico Os Camponeses de Riachos mostrou como se bailava e cantava no Ribatejo de outrora. Os pingos de chuva iam e vinham…

Seguiram-se os Viseenses Shutter Down. Apesar de terem tocado na hora em que a chuva nos visitou, conseguiram cativar os presentes com o seu rock enérgico, bem tocado e bem cantado. Estes rapazes tocam 90% de originais do seu CD mas conseguem ter a excelente ideia de meterem algumas covers e tocá-las sem as “assassinarem” minimamente. Vale a pena vê-los e ouvi-los e, acreditem ou não, é muito melhor o que ouvimos ao vivo do que o que ouvimos no CD, independentemente de ser um excelente CD!

Tivemos dois strip teases em final de noite para aquecer ainda mais os presentes.

No sábado, as habituais voltinhas pelas redondezas e depois do almoço, a tarde foi passada entre amigos, conversas, lanche e o jogo de Portugal.

Depois do jantar e já com o recinto mais composto, tivemos os “repetentes” Akunamatata. Continua a ser impressionante ver e ouvir aquele Animal de palco de nome Irina! Ela e toda a banda não se limitam a tocar versões de musicas conhecidas. Dão-lhe roupagens novas e chegam ao ponto de tornar musicas – na minha opinião – que não ouviria em temas agradáveis de escutar! Impressionante, no mínimo!

Tivemos ainda mais dois shows de strip e os Prova de Fogo. Esta banda tem merecido todos os elogios da minha parte mas, não sei porquê, desta vez pareceram-me algo diferentes. Não sei se terá sido do som ou de algum problema de saúde mas – sem ter sido um mau concerto – na minha opinião, infelizmente, não estiveram em altas como é costume. Sinceramente espero que tenha sido apenas esta noite porque estes rapazes tocam de forma excelente.

No domingo, um pequeno passeio levou-nos até Torres Novas onde tivemos uma pequena paragem com “bucha” e passagem pela vila de Riachos como agradecimento pela hospitalidade dos locais.

Depois do almoço, a entrega de prémios e lembranças e os agradecimentos.

Resumidamente, mais um fim de semana bem passado e que só pecou pela chuva e por algumas ausências mas – e mais uma vez – a Organização não falhou e tivemos mais um grande fim de semana como é tradição na festa dos Tesos.

Para o ano, esperamos que a fasquia se mantenha e que o fim de semana não tenha tantas festas como neste ano.

Parabéns!

 

Texto

Raul Gomes

Fotos e vídeos

Silvana Grave

Motard FM 2018

(Todas as imagens são públicas, como tal, podem ser livremente usadas desde que exibam a marca d’ água)

You must be logged in to post a comment Login

Comentários

%d bloggers like this: