2017-08-04 – Reportagem da 3ª Concentração do Moto Clube Os Chocalheiros

Para veres todas as fotos, clica na imagem abaixo!

 

3ª Concentração do Moto Clube Os Chocalheiros

4 a 6 de Agosto – Bemposta, Mogadouro

 

Foi com curiosidade que rolei os cerca de 400 kms que separam a minha casa da aldeia de Bemposta em pleno planalto Mirandês. Um caminho que – tirando o calor e algum vento – é bonito de se fazer. Estradas boas para rolar e sempre fora de auto estradas, paisagens relaxantes e diferentes, enfim, uma viagem que recomendo vivamente.

Bemposta é uma das freguesias do concelho de Mogadouro e a sua origem remonta aos tempos do rei D. Dinis. É uma aldeia de gentes simples e amáveis e que gostam de receber mesmo os Motociclistas. Uma aldeia que beneficia da proximidade com Espanha (Fermoselle – Zamora) e está em pleno Parque Natural do Douro Internacional sendo de destacar a barragem do rio Douro com a sua enorme albufeira que praticamente chega a Miranda do Douro.

Diz-se que o melhor azeite de Portugal é ali produzido e também é de realçar a produção vínica e de fruta variada. Todas as inscrições tinham dentro do saco uma garrafa de azeite produzido ali como oferta.

Uma curiosidade, na estrada que liga Bemposta a Fermoselle (+- 16 kms), é muito habitual ver-se motociclistas espanhóis a fazerem aquelas curvas convidativas… é quase como uma espécie de Cabo da Roca de nuestros hermanos. Posso garantir que, dá adrenalina fazer a estrada e ser “brindado” ao abastecer em Espanha muito mais barato…

Quanto aos Chocalheiros, foram buscar o seu nome a uma tradição desta região. Para saberes toda a história, CLICA AQUI.

Uma das réplicas da máscara do Chocalheiro, esteve presente todo o fim de semana em exposição e andou nas cabeças de vários amigos (incluindo na minha).

Este fim de semana tinha tudo para ser muito bem passado e foi! O tempo ajudou, tirando o vento de sábado à noite e o frio, a comida prometia e o espaço era agradável com a possibilidade de se acampar à sombra e ter duches no pavilhão municipal.

Os Chocalheiros não quiseram ter uma festa de arromba mas sim receber bem os amigos com uma festa sem grandes pretensões nem grandes “nomes”. Estavam preparados para praticamente tudo e, se houve falhas grandes, não dei por elas. Existem algumas possibilidades de ainda tornar o espaço mais acolhedor e que tive oportunidade de sugerir à Organização.

Tudo isto apesar de a experiencia não ser muita e o numero de sócios ser reduzido. A comida estava excelente. Desde arroz à valenciana, passando pela grelhada mista com frango e vaca até ao bacalhau com natas. Comemos e repetimos sem qualquer problema.

Foi notória a preocupação constante da Organização com o bem estar dos presentes. Isto é de louvar e tem um nome; Bem Receber!

É certo que não estiveram muitos Grupos representados mas os que estiveram, estiveram em numero e trouxeram boa disposição a este fim de semana. Tive pena de não ver amigos de mais longe mas, é normal por dois factores principais, decorriam outros bons eventos neste fim de semana e o desconhecimento do que é a festa dos Chocalheiros.

Mesmo assim, as inscrições chegaram à centena. As entradas eram livres mas tivemos alguma população local a marcar presença. Só não ficaram mais tempo devido ao frio nocturno de sábado.

Do programa, na sexta e ainda com poucos amigos presentes, houve alguma animação comigo e a cerveja estava na temperatura ideal J.

No sábado, depois da voltinha obrigatória para ver uma pequena parte da beleza da região e depois do almoço, a tarde foi passada com a chegada dos amigos, um bike wash, lanche e um show de Trial a dois. Pedro Sousa e Miguel mostraram equilíbrio em manobras arriscadas.

Já com a casa composta e depois do jantar, tivemos o freestyle com Paulo Matias e mais um concerto rock com as Rockalady a mostrar que ainda estão em forma. Pelo meio a entrega dos prémios e lembranças.

O strip veio mais para o meio da noite mas soube a pouco…

No domingo ainda almoçamos bacalhau com natas e a viagem, apesar de feita com gosto, custou a fazer.

Ficámos com vários desejos; de voltar a Bemposta, de conhecer ainda mais a bonita região e de vermos mais amigos a participar nesta festa Transmontana sem receio. Garanto que todos vão ser bem recebidos! Por vezes, as surpresas maiores estão nos sítios menos prováveis e este fim de semana encaixou nesta frase na perfeição.

Mais não consigo dizer. Vejam as fotos e tirem as vossas conclusões.

Ah e estejam atentos ao Calendário 2018 para reservarem este fim de semana para uma viagem até ao Planalto Mirandês.

Pela minha parte, muito obrigado a toda a Organização – em especial ao Carlos Sales – pelo convite e acolhimento e às Sonorizações Tuna pelas facilidades para o meu trabalho. Também não é todos os dias que olhamos do palco e vemos Espanha como plano de fundo…

Nota; Mais uma vez e por motivos de saúde, a nossa Fotografa Oficial esteve ausente as fotos não são muitas mas ilustram bem aquilo que foi este fim de semana.

O Motard FM viaja com a segurança dos CAPACETES CMS e a assistência da JOMOTOS-POMBAL.

 

Texto e fotos

Raul Gomes

Motard FM 2017

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *