2016-09-25 – Reportagem da 3ª Benção dos Capacetes – Fátima

capa-600

 

As FOTOS podem ser vistas CLICANDO AQUI!

 

3ª Bênção dos Capacetes 2016

25 de Setembro – Fátima

Sucesso! Fenomenal! Emocionante! Enorme!

São alguns dos adjectivos que se poderiam usar para descrever – ou pelo menos tentar – o que se passou neste domingo junto ao Santuário de Fátima.

Os números são claros; cerca de 60 mil Motociclistas de Norte a Sul, do Interior ao Litoral e inclusivamente dos Açores (S. Miguel), além de outros países e perto de 50 mil motos de todos os tipos e cilindradas, mais antigas ou recentes e que “apenas” encheram por completo os parques 13, 14 e 15 numa impressionante moldura!

No parque 12, aí sim… do meu “posto” e de quem esteve junto a mim no altar improvisado teve uma visão que tanto teve de emocionante como arrepiante daquele “mar” de Motociclistas. Pessoalmente, confesso que me senti muito pequeno ao contemplar tanto Motociclista e a minha garganta deu um nó quando lhes falei pela primeira vez… muito pequeno mesmo…

A maioria sabia que, além do dia ser especial, ser um dia de convívio, reencontro – e para muitos – de oração, estávamos ali com propósitos solidários. A Ajuda de Mãe foi a entidade que acolheu a nossa generosidade e apoio. Uma percentagem das vendas dos bordados e restante merchandise deste dia, reverteu para a instituição assim como bens materiais que muitos Motociclistas trouxeram e deixaram na carrinha – gentilmente cedida pelo Moto Yguanas – presente no local.

Penso que poderia estar um pouco mais identificada para que todos a vissem mas mesmo assim, a palavra foi passada e o resultado, ao que parece, foi bastante positivo.

Esta cerimónia nasceu há 3 anos e foi idealizada pelo Carlos Pereira apoiado por alguns Motoclubes e Grupos e o que começou com uma pequena e simples reunião de cerca de 1000 Motociclistas, passou para mais de 30 mil em 2015. Este ano, foi aquilo que se viu e ouviu…

Até nesse aspecto- de ouvir – houve notórias melhorias. No ano passado, só ouviu a cerimónia quem estava mais perto do pequeno altar improvisado mas este ano, um sistema de som foi montado e todos ouviram! As Produções Caramelo estiveram impecáveis!

Tivemos a presença de várias entidades e respectivos Pilotos e motas, GNR, Policia do Exercito, Policia Municipal de Lisboa, PSP, EPRI’s da PSP, INEM, B. V. de Fátima e Policia Maritima.

Pelo terceiro ano, o Major Borges da Silva, Capelão da GNR presidiu à cerimónia e, só vos digo isto, este homem, para além das suas funções, é um poço de boa disposição e simpatia, como muitos dos presentes puderam confirmar. De louvar!

Este ano, o Grupo Motard Sempre Juntos e o Grupo Motard Cavaleiros da Estrada tiveram a – complicada – tarefa de organizar o espaço e a logística deste dia.

Apesar de não muito numerosos, tudo correu da melhor maneira e o mais organizada possível.

Um dos momentos altos, a bênção propriamente dita em que o Major Borges da Silva distribuiu além de água benta, muita simpatia.

Outro momento emotivo foi quando estava com o Carlos Pereira ao telefone e lhe fiz chegar os aplausos dos milhares de presentes que dessa forma lhe enviaram força e apoio para que rapidamente supere os efeitos do acidente que teve em Agosto. Devido a esse acidente, aceitei o desafio de ocupar o lugar dele nesta cerimónia. Foi uma Honra para mim.

Um dos momentos altos aquando do lançamento dos balões brancos em que se recordou e honrou os Companheiros que já não estão fisicamente entre nós.

Como foi dito, “As pessoas só desaparecem quando nos esquecemos delas”…

Nem tudo foram “rosas” e sem rodeios aqui vai um comentário a uma situação que me deixou – e à Organização – triste… Voltou a haver companheiros que vão fazendo acelerações e rater’s à medida que vão chegando ao local… isto apesar dos vários apelos da Organização com bastante antecedência e até no local. Ora, ninguém é contra estas maneiras de se celebrar mas… cada coisa no seu lugar correcto!

Se a Organização anda a lutar já pelo terceiro ano consecutivo para que possamos realizar esta cerimónia em pleno recinto do santuário, talvez não seja o comportamento e a imagem que os responsáveis do mesmo gostem de ver… Nós somos, sem dúvida, diferentes mas há situações em que seria melhor dar um exemplo de civismo perante quem não é Motociclista. Lembrem-se que foi por situações destas que nos foi vedada a entrada com as motas no recinto desde 2002…

Todos nós – quem organiza e quem está presente – gostaríamos de regressar ao recinto do santuário e ainda por cima no ano do Centenário das aparições de Maria.

Fica à consideração dos interessados com as minhas desculpas pela chamada de atenção.

Muito mais haveria para contar mas, deixo para quem lá esteve e viveu este dia marcante. Só estando lá é que se consegue perceber o que se sentiu.

 

Para finalizar, deixo aqui os 10 Motoclubes/Grupos Motards que irão organizar a Bênção dos Capacetes 2017:

 

– Motoclube de Linda-a-Velha

– Grupo Motard Os Coriscos / S. Miguel, Açores

– Motoclube de Moura

– Dowtown Clube

– Motoclube de Arcos de Valdevez

– Motoclube de Lisboa

– Grupo Motard Navegantes da Estrada

– Motoclube de Faro

– Moto Yguanas Clube

– Grupo Motard Jangozes – Ericeira

Cá estaremos para dar todo o apoio tal como este ano!

“Somos moldados e guiados pelo que amamos”

 

Texto

Raul Gomes

Fotos

Silvana Grave

Motard FM 2016

3 Comments

  1. Tiago Duarte

    27 Setembro, 2016 at 08:46

    Acho que os raters e principalmente as acelerações são as características dos motards quando chegam a algum lado, é isso que move a população às janelas e à rua para ver as Motas a passar, claro que se fosse no recinto nada disto no interior acontecia, penso eu.

  2. Rodrigo Aragão

    1 Outubro, 2016 at 16:48

    Eu estive lá e realmente foi um evento fantástico, não há mesmo palavras para descrever aquele dia que é apenas um dia de festa e convívio mas no entanto juntou mais motards do que a maior parte das concentrações motards, nem mesmo Faro conseguiu o feito de juntar cerca de 60mil motards, como aconteceu este ano em Fátima. Acho que realmente foi boa ideia terem deixado a cerimônia para a tarde pois assim não aconteceu como no ano passado que quando a maior parte dos participantes conseguiu finalmente estacionar a mota já a cerimônia tinha acabado devido ao engarrafamento na A1. A produção está de parabéns e esperemos que as pessoas entendam que além das acelerações e os rater’s sejam uma imagem de marca dos motards, que devemos respeitar o culto que existe em Fátima e guardar essas coisas para as concentrações motards pois mesmo dentro da comunidade motard existe quem goste e quem não goste e por esse mesmo motivo, é que o motoclube da minha zona acabou… Divergências com a população devido ao barulho causado por acelerações e rater’s. Se queremos ser respeitados temos que respeitar, pode ser que um dia deixemos de ser tratados como bandidos- como se ia ouvindo por entre a multidão no passado domingo em Fátima- e com respeito possamos realizar a nossa celebração no recinto principal do santuário de Fátima. Boas curvas

    • FERNANDES

      1 Outubro, 2016 at 21:28

      NÃO PODIA DEIXAR DE DAR OS MEUS PARABENS PELO SEU COMENTARIO EU TAMBEM ESTEVE PRESENTE E ADOREI ESTAR NESSE CONVIVIO UM ABRAÇO FERNANDES

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *