2016-07-29 – Reportagem da 3ª Concentração do Douro – Peso da Règua

Regua capa

 

As FOTOS e os VÍDEOS podem ser vistos CLICANDO AQUI!

(Depois do texto, podem ver dois vídeos da actuação dos Noidz)

 

3ª Concentração do Douro – Motoclube da Régua

29 a 31 de Julho – Peso da Régua

 

Volto quase a escrever o que escrevi no ano passado. Esta região é daquelas que convida a conhecer sem ser apenas num único fim de semana. Dá gosto caminhar pela avenida junto ao Douro, provar os viciantes rebuçados artesanais, provar a comida típica e beber um dos vários tipos de vinho que a região produz com a cumplicidade do rio Douro e deste clima especial. Também podemos fazer uma das muitas viagens de barco pelo rio ou simplesmente fazer as duas estradas que o ladeiam, a famosa N222 até Castelo de Paiva e a N108 por Mesão Frio.

Há muito para conhecer, quer ali quer nas redondezas mas, neste fim de semana o que mais contou foi a festa do Motoclube da Régua.

Este foi o segundo ano do Motard FM nesta bonita terra e se no ano passado tinha sido uma grande festa, neste ano as melhores expectativas foram largamente superadas. O número de inscritos subiu ligeiramente e os visitantes também se fizeram presentes em grande número. O tempo ajudou claramente e vivemos três dias de calor que fizeram disparar o consumo de vários tipos de líquidos e aumentar as visitas à piscina ali ao lado.

O espaço e a configuração do local foram ligeiramente alterados e – na minha opinião – para muito melhor. O espaço ficou mais aconchegante e tudo ficou mais à mão. Destaque para o número de expositores e vendedores presentes. Tivemos até um barbeiro e um touro mecânico… só falta mesmo um pouco de relva mas suspeito que no próximo ano, vai ser uma das novidades.

Este ano foi criada uma tenda para o “after hours” com um sistema de som e que por mais anos que viva, não vou esquecer a noite de sábado para domingo às 6 da manhã quando parei a música depois de uma noite de arromba e de ter visto três “homens de barba rija” a fazerem um “bike wash” à minha mota que estava coberta de pó. Muito obrigado (risos).

Também o espaço das refeições foi alterado e passámos a ter sombra dos choupos à beira Douro. As refeições foram outro dos pontos positivos. Desde a vitela na brasa de sexta até aos grelhados mistos. Tudo feito no local, bem servido e delicioso.

Do programa, na sexta feira fomos informados do grave acidente da banda Renegados do Ritmo que vinham em viagem para a concentração e como tal da impossibilidade de estarem presentes a tocar para o público motard e não motard que já ocupava mais de metade do recinto. Tivemos uma surpresa directamente do Gerês. A jovem cantora Patrícia Palhares Costa veio, cantou e encantou a esmagadora maioria dos presentes com temas conhecidos. Ela já actuou – por exemplo – na concentração do Moto Clube Serra do Gerês e aqui mostrou que, se quiser e tiver apoios, pode chegar longe. Só faltam mesmo alguns temas originais. A reacção do público foi muito boa e em especial do pai e tio que estavam babados com o que aconteceu.

Seguiu-se a banda Índice. Se já tinha visto ao vivo noutra festa e gostado, aqui adorei. E não fui só eu mas 98% dos presentes. Temas rock e algum pop dos anos 80 soberbamente bem tocados num concerto que passou a voar.

Ainda houve tempo para o strip tease misto e a noite seguiu com o DJ Zack na tenda alternativa.

No sábado, ainda mais amigos presentes e dava gosto andar de manhã pelas avenidas principais da cidade e ver constantemente motas a passar. Quem optou por ficar ali,  teve sempre a piscina, as várias tendas e o – bem participado – bike show. Mais uma vez, a Equipa do Ferro Velho Bike Show Events esteve irrepreensível e viram-se grandes motas alteradas e uma decoração original do espaço. Muitas dessas motas estiveram no bike show na concentração de Faro no passado Julho.

Depois do almoço e com muito calor mas algum vento, fez-se a divertida festa da espuma que mais uma vez juntou muita gente em brincadeiras e coreografias no meio de quilos de espuma.

O Paulo Martinho deu o primeiro de dois grandes shows de freestyle para um espaço que esteve a abarrotar de público quer na tarde, quer na noite.

Mais tarde do que o habitual, tivemos um curto mas sensual bike wash e jantou-se.

Enquanto decorria o pequeno passeio e o segundo show de freestyle com o Paulo Martinho, tocou o Bob D.I.L.L.I.G.A.F. Ele ficou entusiasmado quer com o enorme palco, quer com o excelente som. A reacção do público foi excelente!

A seguir, tivemos a entrega dos prémios aos Motoclubes com mais quilómetros e inscrições, as palavras de agradecimento com a presença do Vice Presidente da C.M. Peso da Régua e a entrega dos prémios do bike show. Entrega com algumas peripécias pelo meio mas que impressionou todos os presentes.

Mais uma vez tive oportunidade de ter o meu momento de “aquecimento” dos muitos presentes – e posso dizer que correu muito acima do que eu esperava. São momentos como este que me continuam a dar “pica”.

Os Noidz eram esperados com um misto de curiosidade e surpresa e, no espaço de oito dias, não desiludiram minimamente. O alinhamento das músicas não foi muito diferente do que vimos nos Saca Rolhas mas havia um convidado de peso chamado Júlio Pereira. Infelizmente, soube a pouco porque ele só tocou uma música com a banda mas mesmo assim, fez vibrar muitos presentes e deixou vontade de ouvir de novo.

Mais uma vez, um enérgico concerto que merecia muitos adjectivos mas, na próxima actuação da banda, tentem estar presentes e comprovem. Todos os elementos da banda estavam maravilhados com a adesão do público que enchia o recinto por completo.

O final da noite, fez-se na tenda alternativa como já escrevi em cima, foi até às 6 da manhã… Cansado mas muito satisfeito!

No domingo, tivemos um pequeno passeio mas muitos optaram de novo pela piscina ou por recuperarem forças para a viagem. Ainda almoçámos e ficámos até mais tarde do que o habitual em conversas com os “sobreviventes”.

Para finalizar, sem dúvida nenhuma afirmo que esta concentração vai-se tornando um caso sério nos eventos a Norte. A manterem-se os apoios das entidades oficiais e as presenças dos amigos, teremos aqui uma grande concentração que vai juntar vários pontos essenciais; Espaço fantástico onde não falta piscina e rio, boa comida, bom acolhimento, estradas convidativas a viagens e grandes espectáculos. Claro que quem aqui vem, não vem pelos espectáculos mas pelo resto e acho que nem que tocasse o “Alves e o Bicho” (risos), este número de amigos iria estar sempre presente.

Parabéns à Equipa que trabalhou para nos dar um grande fim de semana. Para o ano queremos outra “dose”!

Muito obrigado à Equipa do som (ambas) e das luzes pela ajuda no meu trabalho e por me fazerem soar de uma maneira que até eu gostei de me ouvir (risos).

A Equipa do Motard FM viaja com a Segurança dos CAPACETES CMS e com a Assistência da JOMOTOS POMBAL.

 

Texto

Raul Gomes

Fotos e vídeos

Silvana Grave

Motard FM 2016

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *