2016-05-06 – Reportagem do 6º Convívio dos A.M.L.D. Loureiro

Fim de semana bastante molhado mas um dos mais divertidos deste ano. As fotos estão lá em baixo. Basta clicar no vermelho.

AMLD 2016 086

 

6º Convívio dos A.M.L.D. Loureiro

6 e 7 de Maio – Loureiro, Oliveira de Azeméis

 

Por mais um ano e com todo o gosto, estivemos a acompanhar e a animar este pequeno convívio na aldeia de Loureiro.

Loureiro é uma freguesia de tradições muito antigas, das quais se destacam as feiras da Alumieira em que se “salta o rego”. Todas as Páscoas há encontro marcado em Alumieira, Loureiro, “Para ver os burros”. Sempre à segunda feira de tarde o largo torna-se pequeno para tanta gente que vem ver as corridas de cavalos e burros.

Antigamente, a atravessar o largo da Alumieira existia um rego de água, que servia para o regadio dos campos. Nesses tempos na região eram criados e vendidos muitos cavalos e burros. Então os vendedores que apareciam na feira, para mostrar se os animais eram bons, galopavam e obrigavam os cavalos a saltar o rego de água. Dessa maneira via-se se eles tinham força nas pernas. As pessoas gostavam de ver; aplaudiam e os compradores faziam as suas escolhas.

Ora, se esse rego ainda existisse neste fim de semana, seria mais um rio e com grande caudal, tanta foi a chuva que caiu não só aqui mas em todo o pais…

A chuva desmotivou muitos amigos de sair de casa mas, mais uma vez vi que ainda há muitos “malucos” – no melhor sentido – que não se importam de rodar quilómetros para estarem um fim de semana com os Amigos seja onde for. A prova foi o que se viu aqui neste convívio. Vieram de mota e de carro mas… vieram e ajudaram a dar mais algum brilho a esta festa.

 

Esta festa acaba por ser diferente, já que junta uma festa típica de aldeia com um evento Motard mas curiosamente, as duas coisas misturam-se que é uma maravilha. Já tinha reparado no outro ano, e confirmei neste de novo.

As pessoas da terra não nos olham de lado nem nos segregam. (Claro que ficam de boca aberta com algumas doideiras, mas isso já é normal).

Mais uma vez fomos “guardados” por Nossa Senhora do Livramento que nos “aturou” na capelinha mesmo ao meio do recinto.

 

Tudo estava preparado para receber mais amigos do que no ano passado. Desde as tendas em espaço abrigado até às refeições servidas num espaço melhor, passando por toldos a tapar a zona de convívio, mais torneiras de imperial… O problema foi que o S. Pedro não ajudou e quer a sexta, quer no sábado foi chuva e mais chuva. Curiosamente, em ambas as noites, a partir da hora do jantar a chuva deu tréguas e aí sim… fez-se a festa rija!

O que mais me impressionou foi ver que apesar do mau tempo, os elementos da organização nunca desanimaram nem baixaram os braços. Não deixámos de ter refeições boas e feitas na hora, preços acessíveis de bebidas (fino a 0,80 cêntimos e aguas a 0,50 cêntimos, por exemplo), não faltou a senha para o café das refeições e várias bebidas de oferta.

 

Quanto à festa em si, na sexta feira depois do jantar de porco no espeto e já com a casa bem composta, actuaram os MG4. Se tocavam e cantavam bem ou mal, isso é o menos. O que deu gosto ver foi a cumplicidade e brincadeiras que fizeram com os presentes quer no palco, quer fora dele. Foi divertido e isso é o que interessa.

A chuva deu tréguas nessas horas.

 

No sábado, manhã de chuva e tarde com muito mais chuva. Estavam previstas algumas actividades mas apenas se fez o passeio até à bonita sede dos AMLD, uns com motas antigas e outros com motas “grandes”.

Antes do jantar, decidiu-se que íamos para um pequeno pavilhão – onde foram servidas as refeições – e aí além de não apanharmos chuva, começou o divertimento.

Desde danças até a brincadeira do beijo, foram momentos de pura diversão que talvez não fossem tão engraçados se estivesse muita gente. Como nota pessoal, quatro meninas conseguiram pegar-me ao colo e “baptizar-me” com cerveja… (Acreditem que não foi fácil…).

Entregaram-se as lembranças aos cerca de 40 Grupos representados e – como que por milagre – a chuva parou. Como já estávamos animados, a festa foi verdadeiramente divertida ao longo da actuação do Grupo Kapittal. Se no fim de semana anterior, tinha sido surpreendido, este sábado ainda o fui mais. Grandes músicos, excelentes vocalistas, temas muito alem da música “popular” e acima de tudo, uma grande envolvência com os amigos presentes. Dançou-se, cantou-se e brincou-se e tudo em cima do palco! Momentos bastante divertidos que – curiosamente – só vi desta forma até hoje aqui em Loureiro…

Quase no fim do concerto, uma surpresa feita pela organização com a ajuda do Vitor dos Fantasmas em que se levou a vocalista Zélia a dar uma pequena volta de mota como pendura. Penso que ela e o Grupo tão cedo não se vão esquecer desta noite aqui em Loureiro.

 

Francamente, temia o pior neste fim de semana de chuva mas, fiquei agradavelmente surpreendido, não com o numero de presentes mas sim com a alegria, animação e brincadeiras dos poucos que ali estiveram.

Parabéns à organização e só foi pena não estarem mais amigos presentes. De resto, até parecia que estavam milhares! Para o ano, que S. Pedro ajude e que as bandas que vão tocar sejam assim tão abertas mas quase que aposto que vai ser ainda mais divertida esta festa dos AMLD em 2017.

 

Agradeço ao Pedro Santos, esposa e “herdeiras” pela amizade, convite e alegria deste fim de semana. Também ao Kim pelo som no pavilhão e ao Sr. Rafael do som pela disponibilidade e ajuda ao meu trabalho. Obviamente, também aos amigos presentes pelas risadas e bons momentos.

 

Texto

Raul Gomes

Fotos

Silvana Grave

Motard FM 2016

 

A Equipa do Motard FM, viaja com a segurança dos CAPACETES CMS e com a assistência da JOMOTOS POMBAL.

 

As FOTOS podem ser vistas CLICANDO AQUI!

2 Comments

  1. Francisco dias

    11 Maio, 2016 at 07:58

    Sim senhora bem dito um abraço ao Raul e ao pessoal de Loureiro do grupo motard fodias do asfalto

  2. Pingback: 26 a 28 de Maio – 7º Convívio dos Amigos Motard Longa Data (A.M.L.D.) – Loureiro, Oliv. Azeméis – Rádio Motard FM

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *