2016-04-29 – Reportagem da 14ª Concentração do Grupo Motard Montar Para Viver

Montar para Viver 2016 312

 

14ª Concentração do Grupo Motard Montar Para Viver

29 de Abril a 1 de Maio

Parque Varandas de S. Bento – Corticeiro de Baixo, Mira

 

Já muito ouvi falar nesta festa do Grupo Motard Montar Para Viver (GMMPV) e, inclusivamente, no ano passado no estrago que o vento provocou e que resultou num enorme prejuízo. Ora o que poderia ter “deitado abaixo” alguns, só deu força ao GMMPV e o resultado esteve bem visível neste fim de semana. Mas disso já vamos falar.

Corticeiro de Baixo é uma das freguesias do concelho de Mira, terra que nasceu por volta de 1064, altura em que os Cristãos venceram e expulsaram os Muçulmanos da região de Coimbra e se posteriormente se escreveu pela primeira vez a designação “Terras de Mira” que na altura era parte do reino de Leão e Castela bem como grande parte da região do Mondego. Em Julho de 1448, D. Afonso V oficializa Mira como concelho e em 1514, D. Manuel I atribuía o foral a Mira.

Uma bonita região que entre outras, conta com a bonita e convidativa praia e uma lagoa rodeada de verde e que convida a passear a pé, gentes simpáticas e casinhas bonitas que conhecemos neste fim de semana juntamente com esta festa do GMMPV.

 

Chegámos – praticamente só com “vapores” de gasolina no tanque da “Frederica” – já na sexta à noite ao Parque Varandas de S. Bento e não conseguimos nos aperceber do espaço até à manhã de sábado. Literalmente no meio de pinhal e arvoredo, uma espécie de ringue descoberto equipado com um bar fixo, mesas em cimento, um enorme palco, um pequeno parque de jogos para os mais pequenos, sanitários e até uma rudimentar cozinha que cumpriu bem a sua função de alimentar cerca de 400 bocas a cada refeição…

Por falar em comida, não se comeu nada mal neste fim de semana. Desde frango assado, rojões, canja, jardineira e nem a sobremesa faltou. Tudo caseiro como se gosta.

A noite de sexta feira trouxe o britânico Bob e a inseparável Jane com o seu reportório acústico de musicas antigas e os seus “f@d#-se, car#lh@” ditos num divertido sotaque inglês.

Tivemos ainda os Rock N’ Riders que estão cada vez mais apurados apesar das mexidas na formação dos últimos tempos. A Rita está aos poucos a ficar ainda melhor quer na voz, quer na interacção com o publico e isso é muito bom. Os músicos estão em sintonia e esta é uma daquelas bandas que dá gosto ver ao vivo.

Houve tempo para o strip com a “chancela” Divine.

Só por curiosidades, esteve algum vento mas a casa estava bem composta para uma sexta feira e a noite foi longa.

 

No sábado, éramos para dar uma volta matinal pela região mas a “noite anterior” não deixou. Aproveitámos e ficámos no recinto com os amigos que iam chegando de vários pontos. Depois do almoço, a tarde foi animada tanto quanto possível porque estava-se mesmo bem a beber uma fresca debaixo da tenda das refeições a aproveitar ao máximo a tarde. Quer eu, quer o Bob quer os gaiteiros Serra Velha, tentámos puxar pelos presentes mas de pouco valeu. Nem com uma tentativa de “dança das cadeiras” a malta saiu debaixo da tenda ou da zona do enorme bar. Foi-me dito que estava tanta gente ali devido à “acústica” do local…

Serviu-se o lanche e paralelamente, assistiu-se à habitual partilha de lanches trazidos por amigos. A tarde seguiu com o bike wash.

Depois do jantar, houve música de todos os tipos pelos TV5. Já o disse várias vezes, não aprecio por aí além os grupos com camião palco, no entanto, este foi mais uma das bandas que me surpreendeu. Músicos e cantores competentes e sem tiques de “estrelas”, um som irrepreensível e um técnico de som que ajudou e bastante ao meu trabalho. Fiquei convencido.

Tivemos ainda os shows finais de strip e a noite foi longa.

 

No domingo, o passeio matinal onde ficámos a conhecer a praia de Mira e a Barrinha. Estivemos no salão nobre da Câmara Municipal de Mira onde ouvimos os agradecimentos do Sr. Presidente Raul Soares de Almeida pela vinda de mais de 50 Motoclubes/Grupos Motard ao concelho e à festa e garantindo que o apoio ao GMMPV se vai manter.

De regresso, durante o almoço entregou-se os prémios e as lembranças agradecendo pelas mais de 300 inscrições deste fim de semana.

 

Toda a Organização está de parabéns por esta festa em que nada falhou e até o S. Pedro ajudou com bom tempo.

Os amigos apareceram – apesar de mesmo assim ter notado algumas ausências – e a casa esteve composta e animada.

 

Como notas pessoais, agradecemos ao Presidente Manuel Rui e esposa pelo acolhimento nestas duas noites e também ao técnico de som dos TV5 pela disponibilidade e ajuda ao meu trabalho.

A Equipa do Motard FM viaja com a segurança dos capacetes CMS e com a assistência da Jomotos Pombal.

 

Texto

Raul Gomes

Fotos

Silvana Grave

Motard FM 2016

 

As FOTOS podem ser vistas CLICANDO AQUI.

2 Comments

  1. MANUEL RUI S. MOÇO

    4 Maio, 2016 at 00:07

    ainda bem que gostarão pois foi com muito trabalho e dedicação que preparamos esta concentração para receber toda esta malta amiga, vocês merecem pois por onde tenho passado também tenho sido bem recebido. obrigado a todos…

  2. Rock N Riders

    4 Maio, 2016 at 11:53

    Obrigada, Raul, Obrigada por tudo!

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *